sexta-feira, 28 de março de 2014

[Resenha] Divergente


"Aprender a controlar seu medo e libertar-se dele é o verdadeiro objetivo - Quatro"



     Divergente foi uma das melhores distopias que eu já li tanto que eu terminei esse livro em dois dias assim como os outros livros da saga.
Tris
    O livro se passa em Chicago, como o livro é uma distopia, obviamente se passa no futuro. A cidade foi dividida em cinco facções, que são grupos escolhidos de acordo com sua personalidade. As facções foram criadas para não ter confusões entre os habitantes. Abnegação para os altruístas, Amizade para os pacíficos e caridosos, Erudição para os inteligentes, Franqueza para os honestos e Audácia para os corajosos.
  Quando os adolescentes completam dezesseis anos e eles fazem o Teste de Aptidão que são feitos por meios de simulações e como o livro já fala "Uma Escolha Pode te Transformar".
  O livro você conhecerá Beatrice uma garota de dezesseis anos que pertence a Abnegação. Quando ela realiza o seu teste ela descobre que ela é uma Divergente, uma pessoa que não tem facção determinada, mas sim duas facções ou mais. Para os adolescentes oficializarem suas escolhas, acontece uma cerimônia e Beatrice não escolhe a sua facção de origem e sim a facção dos corajosos.
   Para ele chegar a facção que ela escolheu ela passa por muitos desafios como pular de cima de um trem em movimento... Chegando a Audácia ela muda seu nome para Tris e descobre que tudo aquilo
foi apenas uma parte mínima de sua iniciação e que coisas mais desafiadoras estão por vim.


Personagens:

Os personagens são bem descritos e só tem um problema se você se apaixonar por algum personagem então em algum momento ele pode acabar morrendo .


Sobre a autora:

Veronica Roth é uma autora muito jovem e por isso a sua biografia ainda é relativamente curta. Nasceu no dia 19 de Agosto de 1988 em Chicago, que é a cidade onde se desenrola a história de DIVERGENTE.
Veronica afirma que escreve desde a altura em se considerava velha demais para brincar ao ‘faz de conta’. Devido à sua paixão pela escrita, e também incentivada pela sua família, ingressou na Northwestern University para estudar Escrita Criativa, e foi aí que a trilogia DIVERGENTE se iniciou!.


2 comentários:

  1. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    ResponderExcluir
  2. Sou doida pra ler Divergente, a grana é que não deixa! kkk
    Na verdade, não tinha muito interesse antes porque queria fugir de sagas e distopias, mas esse gênero me encanta demais. O problema são esses autores que adoram matar nossos personagens preferidos, haha
    Parabéns pela resenha!

    www.missthay.com

    ResponderExcluir